Auto-Custódia: Como se tornar seu próprio banco

Nós entendemos – a auto-custódia é um dos lados mais intimidantes das criptomoedas. Mas não há nada a temer! Com as ferramentas e conselhos certos, ser seu próprio banco não é grande coisa.
 
Deixar de lado o hábito de manter seu dinheiro em um banco pode ser assustador. A auto-custódia de seus ativos digitais parece intimidante no início, e com razão – histórias de detentores de longa data que perderam o acesso completo às suas carteiras provavelmente são familiares para todos nós, e o jargão pode ser difícil de entender. Você não está sozinho!
 
No entanto, a filosofia da criptografia é a inclusão e, de fato, a cripto-custódia não é tão complicada quanto parece. Com um pouco de esclarecimento, qualquer pessoa pode fazer uma transição informada de bancos para auto custódia e gerenciar seus ativos com total confiança. Aqui, nós te mostramos como.
 

Por que você deve se preocupar com auto-custódia

Um dos maiores pontos fortes das criptomoedas é que elas não requer nenhuma instituição financeira – elas são armazenadas e gerenciadas inteiramente por você. No entanto, muitos usuários de criptomoedas não dão a devida importância a esse tema.
 
Depois de aprender a abordar as criptomoedas, existem muitas maneiras diferentes de guardá-las. Cada opção tem seus próprios prós e contras, que vamos detalhar para você agora.
 

O que é uma carteira?

Vamos começar esclarecendo uma coisa: apesar do nome, sua carteira não é realmente onde seus ativos estão armazenados. Em vez disso, o que está armazenado nela é a chave privada do seu endereço na blockchain, e é aí que estão seus ativos.
 
O tipo de carteira que você usa determina como essas chaves são armazenadas, as ameaças às quais são vulneráveis – e se são suas chaves. Vamos olhar mais de perto.
 

Hot Wallets ou Carteiras “Quentes”

Hot wallets são chamadas de hot porque estão constantemente conectadas à internet – você pode ter uma hot wallet em seu laptop, por exemplo, ou pode manter seus ativos em uma carteira de corretora, que é outra subcategoria.
 
Vale a pena notar que as carteiras quentes podem ser tanto custodiais quanto não custodiais, ou seja, algumas são acessadas usando suas próprias chaves privadas (custodial), e outras usam chaves que são mantidas pela corretora.
 

Carteiras de Corretoras

Muitas pessoas mantêm suas criptomoedas em carteiras de corretoras e, com certeza, são convenientes: você pode visualizar, negociar, comprar e vender criptomoedas facilmente, de qualquer dispositivo com conexão à Internet, usando os fundos da carteira que você mantém nessa corretora. No entanto, tudo isso vem com uma ressalva.
 
As carteiras de corretoras são (geralmente) sem custódia. Isso significa que você não possui suas chaves. Lembre-se – se não são suas chaves, não são suas moedas. Então, digamos, por exemplo, que a corretoras falisse – suas moedas iriam com ela.
 
E como as carteiras de corretoras estão sempre online, elas são alvos de agentes mau intencionados e invasores. Então, ao usar esse tipo de carteira, você está confiando seus ativos à segurança de terceiros – o que é como… usar um banco!
 
Todo o objetivo das criptomoedas é não depender de terceiros, portanto, manter ativos em uma exchange pode parecer uma contradição.
 

Carteiras para computador/celular

Como o nome sugere, uma carteira de computador é mantida em seu computador pessoal. A boa notícia é que é custodial, o que significa que seus ativos são protegidos com suas próprias chaves. No entanto, como seu computador provavelmente está conectado à Internet, sua carteira ainda é suscetível a hacks e malwares online que podem verificar seus arquivos em busca de suas chaves privadas.
 
Portanto, embora esse tipo de carteira permita a propriedade adequada de suas moedas, seus ativos permanecem vulneráveis a ameaças digitais.
 

Cold Wallets ou Carteiras “Frias”

Por definição, uma carteira fria é projetada para armazenar suas moedas offline – ela nunca está conectada à internet e, portanto, evita algumas das principais ameaças aos seus ativos. Embora armazenar suas moedas offline tenha seus próprios problemas, aqui discutimos como uma carteira de hardware como a Ledger Nano pode trazer segurança digital e do mundo real.

Hardware Wallets

Podemos comparar esse tipo de carteira a uma unidade USB que armazena sua chave privada. As carteiras de hardware são um pouco mais complexas do que isso, mas esses pequenos dispositivos permitem que você acesse facilmente seus ativos no blockchain.
 
As carteiras de hardware casam a conveniência de uma carteira quente com a segurança de uma carteira fria. No caso de um Ledger Nano, por exemplo, todas as suas transações são concluídas dentro do próprio dispositivo, o que significa que, embora suas chaves sejam facilmente acessíveis a você, elas nunca sairão da carteira ou serão expostas a qualquer tipo de ameaça online.
 
O uso desse tipo de carteira também evita os problemas associados à manutenção de uma cópia escrita ou impressa de sua chave, que precisa ser exposta toda vez que você acessar sua criptomoeda. Em vez disso, as transações podem ser realizadas com o clique de um botão, sem que a chave saia do dispositivo.
 
E se você perder o aparelho? Não há problema – lembre-se, seus ativos não estão na carteira, eles estão no blockchain. Portanto, se você perder seu dispositivo, poderá restaurar o acesso a tudo o que possui inserindo sua Frase de recuperação de um novo dispositivo.
 
O próprio Ledger Nano é protegido por um código PIN de até 8 dígitos que é definido por você, o que significa que, mesmo que você o perca, ninguém poderá usá-lo para acessar suas contas.
 
E gerenciar seu fundo no dia a dia é fácil, com a interface do Ledger Live mostrando todas as suas moedas em um só lugar.
 

Ser seu próprio banco – outros fundamentos

Nós entendemos. A auto-custódia pode ser uma coisa assustadora. Um movimento potencialmente errado e seus ativos desaparecem sem nenhuma maneira de recuperá-los. No entanto, dispositivos como a Ledger Nano atenuam esse risco, deixando você livre para explorar o mundo das criptomoedas. Aqui estão algumas dicas para minimizar ainda mais as ameaças.

Mantenha suas propriedades privadas!

Uma ótima maneira de evitar o roubo de criptomoedas é não contar a ninguém que você as possui! Se ninguém souber que você possui criptomoeda, há muito menos chance de eles tentarem roubá-la.

Frase de recuperação nunca pode ser muito segura

Quando se trata dessa frase de recuperação tão importante, não existe segurança demais! Como sabemos, sua frase inicial precisa ser registrada e mantida por você para garantir o acesso às suas contas, mas um incêndio ou inundação pode destruir uma cópia em papel.

A boa notícia é que uma série de ótimas ferramentas estão agora no mercado para tornar sua frase de ferro. Billfodl, por exemplo, é uma carteira de aço resistente ao clima e ao fogo que isolará sua frase de backup da água e do calor. Ferramentas como essas combinam perfeitamente com o Ledger Nano para tornar sua criptomoeda quase impenetrável.

Use um dispositivo de backup

Perder ou danificar sua carteira de hardware não significa perder sua criptomoeda! Lembre-se, seus ativos estão no blockchain. Muitas pessoas optam por vincular sua frase semente a dois dispositivos, o que significa que, se um for perdido ou danificado, eles podem simplesmente acessar seu endereço blockchain a partir do outro dispositivo.

Então, o que você está esperando?

Nunca houve um momento melhor para assumir o controle de suas finanças! As carteiras de hardware tornam a auto-custódia fácil e segura, para que você possa desfrutar de total liberdade financeira com confiança. Esqueça de depender de bancos ou terceiros para gerenciar seus fundos – ninguém para lhe dizer o que fazer ou cobrar taxas. Com o Ledger, podemos ajudar a garantir que seu dinheiro seja seu. Nossas carteiras frias podem ajudá-lo a mergulhar para que a auto-custódia não seja tão assustadora.

Fonte: ledger.com